Coletivos Abrem Caminho Para Artesãos

21 May 2019 03:57
Tags

Back to list of posts

<h1>Quatro Dicas De Decora&ccedil;&atilde;o Pra Sua Loja De M&oacute;veis</h1>

<p>Cris Com O Passar Dos Anos (&agrave; esq.) e Tatiana Aciolli. A paix&atilde;o por produtos artesanais tem sido o ponto de partida para a fabrica&ccedil;&atilde;o de eventos denominados ‘coletivos’, nos quais menores produtores descobrem suporte pra vender e divulgar tuas marcas. H&aacute; 5 anos, a empres&aacute;ria Tatiana Aciolli organizou o primeiro evento do Coletivo Caranda&iacute; 25, pela sala de sua resid&ecirc;ncia, com 15 expositores. Hoje em dia, realiza tr&ecirc;s edi&ccedil;&otilde;es por ano no Rio de Janeiro e tem no portf&oacute;lio 170 marcas.</p>

<p>“A cada evento, seleciono cinquenta membros, em esquema de rod&iacute;zio. Nossa sede atual &eacute; pela Resid&ecirc;ncia Rosa da G&aacute;vea, que tem oito mil metros quadrados.” Mensalmente, ela ainda organiza cursos de gera&ccedil;&atilde;o empreendedora em parceria com o Sebrae, pra capacitar este p&uacute;blico. “Estamos alavancando estes neg&oacute;cios. Assim como mantemos uma loja fixa de 300 metros quadrados no shopping RioSul, na qual, no decorrer de 2 meses, vinte e cinco marcas deixam produtos expostos, fazendo rod&iacute;zio entre elas.</p>

<p>Tatiana anuncia que a partir destas iniciativas os menores neg&oacute;cios come&ccedil;am a crescer. “Tivemos aumento de 30% das marcas abrindo loja, mesmo desse tempo de queda estamos colocando novos talentos no mercado”, conta. Quais Tipos De Plantas S&atilde;o capazes de Ser Cultivadas Dentro De Casa vem da cobran&ccedil;a de taxa por estande. Ela diz que a partir desse ano fechou parceria com Cris Rosenbaum, que faz curadoria de marcas de design e organiza a Feira Rosenbaum, pela capital paulista. “Como sou constru&iacute;da em moda e ela sabe muito de designer, unimos nossas for&ccedil;as.</p>

<p>Ela traz produtores de design pra participarem do Coletivo Caranda&iacute; vinte e cinco e eu levo trinta produtores de moda &agrave; Feira Rosembaum, em S&atilde;o Paulo. Paola Muller, dona da marca que leva teu nome. A Feira Rosenbaum tamb&eacute;m o corre h&aacute; 5 anos. ‘AIRBNB De Luxo Ganha Espa&ccedil;o Entre Brasileiros Sempre trabalhei com moda e bijuterias e pensei em fazer o coletivo pra tomar os artistas que eu sabia que existia de seus ateli&ecirc;s.</p>

<ul>
<li>Inspe&ccedil;&atilde;o e sondagem do terreno</li>
<li>SIMONE says</li>
<li>Ana Cl&aacute;udia says</li>
<li>David Santana</li>
</ul>

lia-1.jpg

<p>Com o tempo, ganhamos corpo”, diz a organizadora, Cris Rosenbaum. A cada evento, ela fornece 40 marcas. “Mas poderia incluir v&aacute;rias novas, por causa de h&aacute; muito servi&ccedil;o esbelto no mercado, mas acho que a feria tem que ter um limite, pra n&atilde;o ficar congestionada. Cris tamb&eacute;m cobra taxa por estande, que utiliza para pagar som ao vivo, motorista, &aacute;gua, caf&eacute; e limpeza. “&Eacute; uma suporte vasto. Fica quase inaceit&aacute;vel ganhar dinheiro, em raz&atilde;o de fa&ccedil;o tudo muito bem feito.</p>

<p>O mais &oacute;timo &eacute; oferecer essa oportunidade pros artes&atilde;os, principalmente os que v&ecirc;m de fora de S&atilde;o Paulo. Decora&ccedil;&atilde;o De Ch&aacute; De Panela E Cozinha que a cada evento oferece vinte artistas novos, contudo mant&eacute;m 15 artistas fixos, que participam desde o come&ccedil;o da feira e lan&ccedil;am novas cole&ccedil;&otilde;es a cada evento. Entre eles est&aacute; Paola Muller, que trabalha com tric&ocirc; h&aacute; mais de vinte anos e h&aacute; tr&ecirc;s construiu a marca que leva teu nome.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License